URGENTE - ENTRE 10 ANÁLISES DE ÁGUA 8 ESTÃO POSITIVAS COM FOCO DO TRANSMISSOR DA DENGUE (Aedes Aegypti). PROPRIETÁRIOS DOS LOTES E ESTABELECIMENTOS COM CRIADOUROS IRÃO RECEBER INTIMAÇÃO.

Um caso preocupante no Sudoeste do Paraná é o crescimento da proliferação do transmissor da dengue, o Aedes Aegypti. Após orientação da regional as secretarias de saúde dos municípios entraram em ação e realizaram o levantamento de imóveis e a varredura dos lotes no município, coletando amostras de água parada nos recipientes para ter a real situação da nossa cidade.

Foram no total 432 visitas, e entre 10 amostras, 8 estão positivas com as larvas do mosquito, a Secretaria de Saúde através da Vigilância Sanitária realizou essa ação e já elaborou um plano de ação, pois os principais criadouros são lotes vagos e sujos, são recipientes pequenos que após esse período de chuva e calor conseguem com facilidade desenvolver e proliferar o foco.

Os proprietários dos lotes dos quais as amostras foram coletadas e positivas, irão receber uma intimação com base na Lei Estadual 13.331/01 e o Decreto 5.711/02 que dispõe o Código de Saúde do Paraná no Art. 63 inciso XLVII. O processo irá acontecer através do Departamento de Tributação, e o proprietário será intimado pelo termo à sanar as irregularidades apontadas pelos Agentes de Endemias com o prazo de 5 dias.

1º - A indicação é de que se faça: Manter o local/lote/residência livre de objetos que armazenam água parada, possuir adequação e proteção contra a chuva, a fim de prevenir a entrada e proliferação de vetores, e animais peçonhentos, mantendo o ambiente organizado e em condições adequadas de higiene e limpeza;

2º - Estabelecer a rotina para o combate, controle e monitoramento do agente transmissor da Dengue e Febre Amarela, mosquito Aedes Aegypti, a fim de garantir as condições de saúde e qualidade de vida da população.

 

 

 

Please reload

 

Departamento de Comunicação e Imprensa

Conheça o Município